curso online Insurgências Gordas II

Segunda edição do curso reúne intelectualdiade gorda do Brasil para aulas online com temas que passam pela saúde, mídia e comunicação, sexualidade, arte, racismo, moda, teatro e corpo gordo, filosofia e literatura  Estão abertas as inscrições para o curso Insurgências Gordas II, que ocorre entre os dias 01 a 08 de abril de 2021, sempreContinuar lendo “curso online Insurgências Gordas II”

Foto Ativismo, por Isabele da Costa

Sou nesse momento uma mistura de sentimentos como felicidade e gratidão, o que me deixa um tanto eufórica por estar ao lado de pessoas tão incríveis, companheires de luta contra a Gordofobia. Gostaria de me apresentar e falar um pouco sobre a minha trajetória e como fui me firmando enquanto Fotógrafa Autoral e Artista Gorda.Continuar lendo “Foto Ativismo, por Isabele da Costa”

Gorda Não É Estado

Lute e leve seu corpo juntoÉ tanto grito, ironiaA segurança alheia gera agonia Lute e leve seu corpo juntoNas curvas de Santos ouPela serra do Rio do Rastro Lute e leve seu corpo junto“Robusta, gostosa, que rosto lindo”Gorda não é estado, é Ser! É mais que rosto! Lute e leve seu corpo juntoEmpoderamento, sustentaçãoNão éContinuar lendo “Gorda Não É Estado”

e eu não sou uma mulher? a bestialização da mulher gorda Por Jéssica Balbino*

‘Feliz’ Dia Internacional da Mulher sem flores Nunca o discurso da ativista abolicionista Sojourner Truth foi tão atual e urgente. Ontem, num domingo chuvoso (7 de março), véspera do fatídico Dia Internacional das Mulheres, fui obrigada a ler não uma, mas muitas vezes, nas timelines de diferentes amigas, em diferentes redes sociais, que todas elas desprezam asContinuar lendo “e eu não sou uma mulher? a bestialização da mulher gorda Por Jéssica Balbino*”

Meu corpo, minha casa, minhas insurgências!

Eles falam: nosso corpo, nossa casa! Mas que casa é essa, que é tão reprimida? Que casa é essa, que não nos permitem morar nela? Que casa é essa, que sem conhecerem, a classificam como um galpão… Grande!…Vazio!…Inútil!… Despejam neste corpo, falácias! Despejam neste corpo, gordofobia! Despejam neste corpo, a inexistência. Quando a casa éContinuar lendo “Meu corpo, minha casa, minhas insurgências!”

ENTRE AS DOBRAS. Será que sou uma mulher?

Desabafo sobre o dia 08 de março, “Dia Internacional da mulher” Num olhar desatento. Entre as dobras da minha barriga, as inúmeras estrias, os assados das coxas – que insistem em não se separar… Eu te pareço mulher? Numa pausa mais desconfiada. Para além do que você acredita ser saúde. Sou mais do que aContinuar lendo “ENTRE AS DOBRAS. Será que sou uma mulher?”

Diz que hoje é DIA DA MULHER. Qual mulher? – Poesia de Malu Jimenez

Qual MULHER? A que leva seus filhos pra escola, dá banho, lava roupa, trabalha, faz comida, chora escondido, é perseguida na rua, sofre no transporte público? Sofre à noite quando ela não quer, mas você quer? Qual MULHER? A que não faz o estilo do corpo padrão? Que é gorda? Não entra na cadeira? NãoContinuar lendo “Diz que hoje é DIA DA MULHER. Qual mulher? – Poesia de Malu Jimenez”

O DIA MUNDIAL DA OBESIDADE É GORDOFÓBICO!

Neste 4 de março, o infame “Dia Mundial da Obesidade”, pedimos que questione o porquê de ninguém levar em consideração o que as próprias pessoas gordas sofrem, pensam e sentem ao serem associadas a adjetivos muitas vezes equivocados, principalmente como “doentes”. Precisamos nos opor à patologização dos corpos gordos. Já sabemos que a gordofobia mata muito mais do que a obesidade, mas seguem nos silenciando. Se atentem: pessoas gordas existem, resistem e nossas vidas não se resumem a um CID!